PT EN FR

Thinqs
Magazine

Riva 1920: A madeira como nunca a viu

08/09/2015

Ela propõe-nos uma nova visão sobre uma matéria-prima tão tradicional e conservadora como a madeira. A leitura inteiramente vanguardista da Riva espelha a sua paixão por este tão nobre material e faz com que lhe possamos propor peças de mobiliário arrebatadoras e diferentes de tudo o que possa existir.

Nunca pensariamos ver uma mesa com um tampo de 240 cms, feita a partir de ‘retalhos’ de madeira ligados por resina, e criando uma espécie de mozaico no tampo que é assente numa base de ferro natural. Neste caso falamos da mesa Goodwood da arquiteta e designer norte-americana Terry Dwan.

A Riva seduz-nos com este carater de ousadia, só possível graças a uma enorme paixão pelo design e pela madeira maciça. Além da produção interna, muitas peças presentes no catálogo da Riva 1920 nascem da inspiração dos mais prestigiados arquitetos e designers da atualidade que entendendo a filosofia da marca, e a sua capacidade de criação, a desafiam a cada nova coleção. Karim Rashid, Terry Dawn, Michele de Lucchi, Matteo Thun, Antonio Cittetio, Carlo Colombo e Paola Navone são só alguns destes nomes.

A história da marca começa como tantas outras no seio de uma pequena empresa familiar italiana nos anos 20, assente no trabalho de carpintaria. A determinada altura, a escolha da familia foi a mais dificil: trabalhar a madeira no seu estado bruto, criando um conceito completamente inovador na indústria do design. Foi em 1992 que neste novo caminho, a 4ª geração da família liderdada por Maurizio Riva desenhou uma primeira coleção vincada no objetivo de recriar a marca e fazer dela uma marca de mobiliário de luxo em madeira maciça.