PT EN FR

Thinqs
Magazine

Cadeiras de escritório

14/02/2011

   

As cadeiras de escritório têm linhas renovadas que facilmente nos convencem a mudar a imagem do nosso local de trabalho.

 

Com linhas clássicas para alguns, vanguardistas para outros, com um espírito irremediavelmente convencional ou uma alma puramente rebelde, a verdade é que tem sido notória a evolução do design no mobiliário de escritório, refletindo-se naturalmente na nova imagem das cadeiras que aqui lhe propomos.

 

A ergonomia, caraterística base que deve refletir a primeira preocupação de quem idealiza com sucesso uma peça de mobiliário tão essencial como uma cadeira, está assegurada em todos os modelos. Logo, o passo seguinte reflete o desafio ganho pelos designers que se propuseram a colocar a sua criatividade ao serviço de modelos de cadeiras de escritório com uma essência contemporânea, respirando todas as atuais tendências do design de interiores.

 

A elegância, o conforto e a funcionalidade evidenciadas são resultado de um avanço da indústria do design que nos permite a nós, designers de interiores, estar a falar de cruzamentos de materiais tecnológicos com as matérias-primas mais nobres como a madeira, visível, por exemplo, no modelo ‘Darling’ do britânico Nigel Coates para a italiana Frag.

 

Este é um modelo de cadeira pensada para espaços públicos e privados, facilmente integrada num ambiente de ‘office puro e duro’, ou num ‘home office’. De resto, esta é claramente outra das actuais tendências no design de interiores, especialmente no que diz respeito ao mobiliário de escritório: A lógica de integração no espaço que dita o fim da monotonia e do cinzentismo no mobiliário de escritório, abrindo a porta a uma forte explosão de cor e arrojo presente nesta nova geração de cadeiras de escritório.

 

As formas orgânicas e descomplexadas facilmente nos convencem a renovar o mobiliário de escritório e a trocar os modelos de cadeiras que nos acompanham no dia-a-dia por novos modelos muito mais atuais.